sábado, 15 de setembro de 2012

Caraguá em duas rodas


http://holstee.com/manifesto

Manifesto Holstee é uma chamada à ação para viver uma vida cheia de intenção, criatividade, paixão e comunidade. LifeCycle O filme surgiu como um desejo de trazer a energia ea paixão por trás do Manifesto de vida através de algo que amamos - de bicicleta. Ao procurarmos viver estilos de vida conscientes que deixam um impacto positivo sobre as pessoas e o mundo ao nosso redor, ciclismo tornou-se uma paixão que é muito mais do que uma alternativa de transporte. É uma maneira de experimentar completamente a cidade que amamos e todos os seus detalhes. Este filme é uma celebração.É uma celebração de encontros, da diversidade, da vida e da beleza da experiência compartilhada
_____________________________________________________________________________

A bicicleta ganha importância no mundo. O ciclismo atravessou fronteiras e continentes. A cada dia tem se mostrado uma das melhores e mais saudáveis alternativas de transporte. É imprescíndível que as pessoas se conscientizem disso e respeitem seus adeptos.

Na Cidade Luz, Paris, a partir do dia 15 de julho, um dia após o aniversário da revolução francesa, mais de 20 mil bicicletas serão disponibilizadas pelo Poder Público em 1250 locais diferentes, sobretudo nas estações de metrô, para que a população possa se locomover. Mediante o pagamento de uma pequena taxa anual a pessoa poderá retirar uma bicicleta e pedalar até o lugar onde precisa ir. Em Lyon, um serviço semelhante já funciona há dois anos com muito sucesso.

Na Bélgica, em cidades como Bruxelas e Antuérpia, esse sistema também foi adotado. Em Bruxelas, com o depósito de uma caução, as pessoas utilizam uma bicicleta à vontade. Elas podem pedalar para qualquer ponto da cidade onde haja um estacionamento e, ao devolverem a bicicleta, retiram o dinheiro depositado, portanto o uso deste transporte é gratuito.
Em Berlim, há um sistema de bicicletas públicas, cuja localização é controlada por satélite. O custo é de oito centavos de euro por minuto, chegando ao máximo de 15 euros por dia. Este custo pode baixar para seis centavos de euro por minuto se a pessoa, ao pegar a bicicleta em qualquer ponto da cidade que escolher, telefonar para a empresa que administra o sistema e informar o número do seu cartão de crédito
Na China mais de 2,4 milhões de pessoas que diariamente se locomovem de bicicleta. "Uso bicicleta desde a escola", diz o famoso ambientalista chinês Liang Congjie, "Mas nos últimos anos não me sinto seguro nas ruas de Pequim. Tenho de pegar táxi, porque cada vez mais automóveis utilizam os caminhos das bicicletas. Os veículos particulares agora são verdadeiros déspotas do asfalto".
No Brasil varias são as cidades onde a bicicleta é usada como um dos grandes meios de locomoção pela população. Campo Bom, no Rio Grande do Sul; Joinville, em Santa Catarina, e tantas outras que vem servindo de exemplo para o incentivo ao uso da bicicleta. Em São Paulo, cidade de trânsito intenso e terreno acidentado, o Prefeito Gilberto Kassab, sancionou, em fevereiro último, uma lei de autoria do Vereador Chico Macena (PT), criando o sistema cicloviário do município. Estão previstas inúmeras medidas para facilitar o uso das bicicletas.
O Rio de Janeiro tem hoje muito mais ciclovias do que São Paulo. É muito importante que os responsáveis por São Paulo, Rio de Janeiro e demais municípios brasileiros estudem seriamente a possibilidade de instituir o sistema de bicicletas públicas que em período recente vem tendo grande aceitação nas cidades européias. 

 
Ciclovia da Marginal Pinheiros , São Paulo.



Ciclovia de Caraguá, na orla da praia.

Foto: Novo shopping de Caragua da um belo exemplo de respeito ao ciclista e incentivo aos transportes alternativos. Reservou um espaço amplo e coberto (próximo da entrada)para as bikes. Que seja um exemplo a ser seguido por todos.
Novo shopping de Caragua da um belo exemplo de respeito ao ciclista e incentivo aos transportes alternativos. Reservou um espaço amplo e coberto (próximo da entrada) para as bikes. Que seja um exemplo a ser seguido por todos. — Secretário do meio ambiente André Miragaia , São José dos campos


As vantagens da bicicleta sobre as outras alternativas de transporte:

Preço acessível;
Baixo custo de manutenção;
Baixo impacto sobre o meio ambiente;
Melhoria da saúde dos usuários - bem estar físico e mental,
É ao mesmo tempo, um meio de transporte e de lazer;
Não requer combustível;
Em congestionamento ou de interrupção de tráfego, o ciclista encontra meios de prosseguir sua viagem;
Menor necessidade de espaço público;
O custo da infra-estrutura para bicicletas é muito inferior: menor espaço viário e estacionamento, capacidade de suporte da pavimentação, sem falar em sinalização e controle.

A ONG "Rodas da Paz" está divulgando os dez mandamentos para uma convivência pacífica entre os ciclistas e os que andam de automóvel. Está na lei que a preferência é sempre do menor veículo. É importante que os motoristas, por exemplo, sempre mantenham distância lateral de 1,5m do ciclista, reduzam a velocidade ao ultrapassar o ciclista, dêem preferência ao ciclista, sempre sinalizem e nunca joguem nada no ciclista. Quando se está dirigindo um automóvel, é fundamental sempre acionar o pisca-pisca ao entrar à direita e verificar se porventura não há um ciclista à direita ou à esquerda. Para o ciclista, é muito importante que siga as recomendações de nunca andar na contramão dos automóveis, que use sempre o capacete e os equipamentos de segurança, que pare na faixa de pedestre, que atravesse na faixa como um pedestre e que seja muito prudente.

O transporte por bicicleta fica muito mais barato, com enorme vantagem para certas distâncias, além de fazer bem à saúde colabora para que não se polua o meio ambiente. Estimular o uso de bicicletas em cidades brasileiras por meio do sistema de bicicletas públicas, ciclovias, e campanhas de esclarecimento sobre o respeito e os cuidados para com os ciclistas constitui medida de muito bom senso.
Eduardo Suplicy é senador pelo estado de São Paulo.




No dia 22 de setembro, acontece na cidade de Caraguatatuba o Dia Mundial Sem Carro, com o tema “Pedala Caraguá”. Trata-se de um manifesto para promover alternativas sobre os problemas causados pelo uso intenso de automóveis como forma de deslocamento.

O movimento começou em algumas cidades da Europa nos últimos anos do século 20 e ganha, a cada edição, mais adesões no mundo. Esse ano chega a Caraguá e faz um convite ao uso de meios de transporte sustentáveis, entre os quais se destaca a bicicleta.

Vista como um excelente meio de transporte, a bike permite a prática de uma atividade física simultânea ao deslocamento. Além do baixo custo, evita engarrafamentos, poluição atmosférica, sonora, doenças respiratórias, sedentarismo e previne acidentes. Ainda proporciona interação com a natureza e melhor qualidade de vida.

O evento é alusivo à Semana Nacional de Trânsito que acontece de 18 a 25 de setembro e foi incluso no calendário oficial da cidade.


Para quem pretende participar do Dia Sem Carro, é importante ficar atento a algumas dicas:
- Manter-se sempre visível e previsível
- Sinalizar sua intenção com o braço
- Não trafegar pela calçada e não colocar pedestres em risco
- À noite, use roupas claras, refletores e farol
- Evite vias de trânsito rápido e intenso
- Ande preferencialmente à direita, sempre pelas bordas da pista e nunca pela contramão
- Use sempre luvas e capacete e obedeça aos sinais de trânsito

Mais uma pegada verde da Prefeitura de Caraguá!